Ervas Aromáticas

Na QPAV existe uma elevada diversidade de ervas aromáticas e medicinais. Para além de servirem como plantas ornamentais e terem utilização prática na cozinha, muitas destas espécies apelam aos sentidos, constituindo-se como matéria-prima a utilizar nas actividades da quinta.

Hortelã-pimenta

Mentha piperita

mentha piperita pfefferminze

mentha piperita pfefferminze

Propriedades: esta planta faz excelentes infusões e bebidas frias. É frequentemente utilizada em perfumaria e na indústria farmacêutica. É eficaz contra a indigestão, a síndrome do intestino irritável e a constipação.

Tomilho

Thymus vulgaris

Thymus vulgaris

Thymus vulgaris

Propriedades: É muito usado na culinária em pratos de carne. Em infusão, no combate a infecções de garganta e pulmonares, na asma e febre dos fenos e na eliminação de parasitas. Auxilia a digestão e ajuda a decompor as gorduras. Externamente, alivia picadas, dores reumáticas e infecções fúngicas. Revigorante e tônico, é essencialmente usado como remédio respiratório.

Desaconselha-se a utilização medicinal durante a gravidez.

Salva

Salvia officinalis

Salvia officinalis

Salvia officinalis

Propriedades: A salva é utilizada para conservar carne, como anti-séptico e para curar mordeduras de cobras. A salva é também uma atraente planta ornamental. O nome latino “salvia”, significa “cura” (estudos indicam que a salva pode ser eficaz no controlo de alguns estados de doença de Alzheimer). Usa-se no tratamento de dores de garganta, má digestão, problemas hormonais e para estimular o cérebro. Quando consumida em excesso pode ter efeitos tóxicos.

Erva Príncipe

Cympogon citratus

Cymbopogon citratus

Cymbopogon citratus

Propriedades: Planta com sabor a limão. Usam-se as folhas em infusão, que relaxa o estômago e os intestinos. Da sua inflorescência extrai-se um óleo essencial utilizado em repelentes de insectos. O óleo essencial anti-séptico é ainda utilizado na perfumaria e em cataplasmas para aliviar as dores e a artrite.

Erva-cidreira

Melissa officinalis

Melissa officinalis

Propriedades: Muito utilizada em superstições. As folhas frescas têm um sabor e um aroma semelhantes ao do limão. Utilizam-se as folhas inteiras em ponches e bebidas de frutas e as folhas cortadas em sopas e saladas. É utilizada como antiespasmódica, antinevrálgica e como calmante. Acredita-se que ajude a conciliar o sono e ajude no tratamento do herpes labial. Esfregada na pele, repele os insectos e reduz a irritação cutânea causada com picadas.

Oregãos

Origanum vulgare

Origanum vulgare

Origanum vulgare

Propriedades: São a única erva que fica melhor seca do que fresca. Ligam bem com carne, frango, legumes e com queijo e ovos. Esta erva é muito conhecida pela sua utilização nas cozinhas italiana, grega e portuguesa. O Orégão ajuda a combater dores de cabeça causadas por problemas nos nervos. Mastigar as folhas frescas ajuda na dor de dentes. Utiliza-se no tratamento de problemas respiratórios.

Poejo

Mentha pulegium

Mentha pulegium

Mentha pulegium

Propriedades: O termo pulegium, deriva da palavra latina pulex (pulga), pois era costume queimar poejo nos lares como repelente. É eficaz como expectorante, contra a gripe, tosse crónica, calmante para o sistema nervoso, constipações, insónias, dores reumáticas, acidez do estômago, fermentação, e asma.

Hortelã

Mentha spicata

Mentha spicata

Mentha spicata

Propriedades: A hortelã tem um aroma refrescante. É geralmente utilizada em molhos, geleias e infusões. A sua infusão baixa a febre e em gargarejos desinfecta a garganta.

Alfazema

Lavandula angustifolia

Lavandula angustifolia

Lavandula angustifolia

Propriedades: A alfazema é uma das plantas aromáticas mais apreciadas. O óleo essencial da lavanda (do latim “lavare”) já era utilizado pelos romanos para lavar roupa, tomar banho, aromatizar ambientes e como produto curativo (indicado para insónia, calmante, relaxante, dores, etc.) e repelente. O óleo é obtido a partir da destilação das flores, caules e folhas da espécie Lavandula officinalis. As flores servem para aromatizar açúcar, para fazer bolos e bolachas. As folhas são comummente utilizadas para aromatizar borrego assado.

Lúcia-lima

Verbena officinalis

Aloysia citrodora

Aloysia citrodora

Propriedades: Muito apreciada como infusão é muito digestiva e útil na diarréia, digestão, doenças nervosas, dor de cabeça, dor de estômago, enxaqueca, febre, flatulência, gripe, hipocondria, inchaço dos olhos, infecção intestinal, melancolia, náusea, nevralgia, taquicardia, vómito, vertigem, zumbido no ouvido. É utilizada em homeopatia.

Alecrim

Rosmarinus officinalis

Rosmarinus officinalis

Rosmarinus officinalis

Propriedades: Trata ressacas e restaura a memória. Ajuda a recuperar doenças prolongadas e stress Faz uma boa base para grelhar carne.

Hipericão

Hypericum perforatum

Hypericum perforatum

Hypericum perforatum

Propriedades: O hipericão está indicado no alívio dos sintomas depressivos, embora não seja aconselhado o seu uso. As propriedades medicinais desta planta são imensas, e sempre foi muito utilizada no tratamento de nevralgias e queimaduras solares.

Santolina

Santolina chamaecyparissus

Santolina chamaecyparissus

Santolina chamaecyparissus

Propriedades: Utilizada para fazer sebes baixas. É eficaz contra inflamações. Já foi cultivada em Portugal Continental e nos Açores para fins medicinais. A folha serve para misturar em “pout pourris” e a flor, depois de seca, para arranjos florais. Também é eficaz no tratamento das picadas de insectos, bastando para isso esfregar as folhas esmagadas na zona afectada. É usada como repelente.

Erva do caril

Helichrysum italicum

Helichrysum italicum

Helichrysum italicum

Propriedades: Além de ter aplicações medicinais, é usado em culinária para aromatizar sopas, molhos, vegetais, arroz, pratos de peixe e frango. Também pode ser usado em pó. Este tempero é óptimo para aplicar em filetes de peixe antes de os grelhar ou assar. É uma boa planta de bordadura.

Manjericão

Ocimum basilicum

ocimum basilicum

ocimum basilicum

Propriedades: muito utilizado para acompanhar queijo feta e tomate. As folhas consumidas frescas auxiliam a digestão. O seu sumo repele os insectos.

Cavalinha

Equisetum arvens

Equisetum arvens

Equisetum arvens

Propriedades: É indicada para períodos de desintoxicação e emagrecimento. É depurativa, diurética, anti-inflamatória e anti-hemorrágica.

Esteva

Cistus ladanifer

Cistus ladanifer

Cistus ladanifer

Propriedades: a sua infusão é utilizada para combater dores de cabeça. Pode ser utilizada em gargarejos para dores de dentes, feridas e como desinfectante.